Thursday, February 01, 2007

Sim no referendo: Falta de decência

Quando pensávamos que não havia nada pior...

Eis se não quando chega o super panfleto,
a brochura mais execrável dos últimos tempos, sim, esse espécimen que considerávamos definitivamente diluído da tinta das impressoras de fabulosos números como os de 1998 que apresentavam fetos dentro de baldes do lixo e condenavam pessoas à excomunhão!
E eu a pensar que já tinha ouvido tudo no último prós e contras, mas afinal, esta carta do feto à mãe supera as minhas expectativas, eu diria que o fanatismo da Laurinda Alves e da Drª Isabel Galriço Neto já me transbordava as fronteiras da minha paciência, mas isto é demais!
Ainda por cima a crianças!
Mas se a ideia destes senhores era a de educação pelo pânico, conseguiram, porque de certeza que há neste momento um sem- fim de crianças nos lares sadinos a perguntar aos pais quem é o menino que mataram. Só faltava fazerem um desenho, mas o melhor é nem lhes dar ideias....

1 comment:

Mario said...

Terrível, cá na Gz, sem referendo à vista (nem gana de te-lo) já houve panfletos similares. Às vezes dá gana de pedir que a demagogia se tipifique como delito. Um saúdo transminhoto.

Blog Archive