Wednesday, March 28, 2007

A Lição de Salazar
Aqueles que ainda achavam que vivíamos numa democracia em que há pessoas a quem chamam portugueses que votam no que parece ser em consciência, desenganem-se. O que existe realmente no nosso país é uma espécie de coisa pública (res publica) em que uns tipinhos vindos sabe-se lá de onde (normalmente das Beiras) têm a delicadeza de nos presentear com aventais e canetas e ainda nos tiram de cima o peso de termos de pensar em como governar o nosso país que eles fazem isso por nós. Quando as coisas não funcionam ou porque o tipo não tem jeitinho nenhum e só faz marketing ou porque zarpou para um emprego melhor qual emigrante à procura do sonho, apelamos ao tipo das finanças que até andou no seminário e sabe fazer as contas para que o país se governe com um padreco e uma sopeira e já nos basta com ter uma caldinho na mesa e copinho de vinho todos os dias porque isso sim, alimenta muitos portugueses. E ficamos descansados, fazemos a nossa vidinha com a nossa casinha pobre mas honrada e não nos metemos nas coisas dos outros, "que eu não entendo nada de política, isso é para os outros!". E os outros, sejam eles quem forem, "porque são todos iguais e é tudo a mesma seita!", lá vão levando a sua vidinha, tirando ouro deste e daquele judeu e deste e daquele visa, que isso não interessa, que o povo não tem que se meter nisso. E assim estamos, como diriam os galegos "Cai-nos merda en cima e dicemos que chove!".

1 comment:

KADO said...

salazar = sal + azar

Blog Archive